Bia Haddad joga bem, mas desiste após sentir dores

Foi por pouco. Após uma brilhante partida a brasileira Bia Haddad quase conseguiu avançar para a semifinal do Rio Open. A paulista de apenas 18 anos não sentiu o peso de enfrentar a italiana Sara Errani, número 16 do ranking da WTA e vice campeã de Rolland Garros em 2012, jogou de igual para igual e só perdeu após não aguentar as fortes dores que apareceram no ínicio do terceiro e derradeiro set da partida. A brasileira chegou ter três match points no segundo set e não conseguiu fechar o jogo.

A partida foi disputada na quadra principal do Rio Open e desde o começo a brasileira foi superior a italiana. O forte calor carioca parece ter causado problemas para Errani que não conseguiu um bom saque durante todo o jogo. Bia Haddad fechou fácil o primeiro set após um erro não forçado de Errani.

No segundo set a partida ficou mais equilibrada, com uma ligeira vantagem para a brasileira que se mostrava mais inteira do que a italiana em quadra. Mesmo assim as duas trocavam quebras de saque, algo meio difícil de acontecer, até o sétimo game do set nenhuma das jogadoras tinha confirmado o seu serviço. Só no oitavo game e sacando com bolas novas, Bia conseguiu confirmar o saque e ficar a um game da vitória. No saque de Errani, Bia teve dois match points, mas a ansiedade não ajudou a brasileira que sentiu a pressão. Errani usou toda sua experiência para fazer quatro pontos seguidos e confirmar o serviço.

Ainda nervosa, Bia foi para o saque e errou tudo no game, cedendo o empate para a italiana. Depois de mais uma quebra a brasileira ficou perto da vitória e só precisava confirmar o seu saque para garantir o seu melhor resultado em um WTA. Mas depois de um game hiper equilibrado, com direito a mais um match point para a brasileira, Sara Errani quebrou o saque e levou o set para o tie-brake, onde venceu fácil e fechou o set em 7/6.

No começo do terceiro set Bia Haddad começou a sentir dores na perna esquerda e após a italiana abrir três a zero no placar, a tenista brasileira recebeu atendimento médico na quadra, porém não conseguiu se recuperar, nem se levantar do chão onde era atendida e desistiu do jogo. Assim Sara Errani se classificou para a semifinal do Rio Open.
Após o duelo Bia Haddad afirmou que sentiu o peso na hora de definir a partida. “Quando eu cheguei a ter o match point eu realmente achei que podia ganhar o jogo e isso não existe no tênis”, disse.

Segundo a brasileira sua participação no Rio Open foi um grande aprendizado. “Tudo que aconteceu em quadra foi um aprendizado. Tive três chances de fechar a partida mas o emocional me desconcentrou e talvez eu pudesse ter ganho e daqui uns anos passar pela mesma situação e perder num grand slam. Então o que fica é experiência e aprendizado para os próximos torneios, estou feliz pelo o que apresentei na competição”, afirmou Bia Haddad que disputou o Rio Open como convidada.

Danilo Georgete

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *