Conexão Pan: Thiago Pereira, o menino de ouro

Thiago Machado Vilella Pereira, ou simplesmente Thiago Pereira. O nadador brasileiro é o detentor do recorde de maior número de medalhas de ouro na história do país em Jogos Pan-Americanos. O jovem, de apenas 29 anos, pode ter pouca idade, mas muita experiência e boas lembranças na bagagem, uma delas com certeza deve ter sido a de vencer Michael Phelps.

Nascido em Volta Redonda, no Rio de Janeiro, o competidor já era destaque aos 12 anos de idade. Ele nadava no Clube dos Funcionários da CSN, despertando assim o interesse do Minas Tênis Clube, de Belo Horizonte, em contratá-lo.

A coleção de medalhas de Thiago começou em 2003 nos Jogos Pan-Americanos de Santo Domingo, e logo em 2004, aos 18 anos, se tornou o 12º nadador mais rápido de todos os tempos na prova dos 200m medley. Bateu o lendário recorde sul-americano dos 400m medley que pertencia a Ricardo Prado desde os Jogos Olímpicos de 1984, com 4:17.62. No final do ano, foi eleito pelo Comitê Olímpico Brasileiro com o “Prêmio Brasil Olímpico” como melhor nadador do país em 2004.

Em 2005, o atleta se mudou para os Estados Unidos e teve uma contusão no joelho, retornando para o Brasil naquele mesmo ano. Foi em 2007, que o nadador teve o seu momento de glória. Nos Jogos Pan-Americanos, que aconteceram no Rio de Janeiro, Thiago Pereira conquistou oito medalhas, sendo 6 de ouro, 1 de prata, e 1 de bronze, se tornando assim o maior ganhador individual de medalhas em uma edição dos Jogos. Ainda no mesmo ano, o nadador bateu o recorde mundial dos 200m medley em piscina curta (25m) em uma etapa da Copa do Mundo de Natação. Porém, logo depois, recorde foi batido pelo húngaro Laszlo Cseh.

Em 2010, novamente mais ouros, dessa vez na Copa do Mundo de Natação de Piscina Curta, onde ele obteve o título de Rei da Copa, ao total, levou 22 medalhas, sendo 19 de ouro e três de prata.

No Pan de 2011, em Guadalajara, no México, Thiago foi destaque mais uma vez. O atleta repetiu o feito de 2007 e conseguiu o mesmo número de medalhas, 6 de ouro, 1 de prata e 1 de bronze. Com essas conquistas, ele chegou a 12 medalhas de ouro e se tornou o brasileiro com maior número de medalhas de ouro em toda a história dos Jogos Pan-Americanos, superando o então recordista, Hugo Hoyama, do tênis de mesa que tem 10 medalhas de ouro no currículo.

As Olimpíadas de Londres, em 2012, ficaram na memória por um grande marco. O brasileiro superou o então melhor do mundo Michael Phelps nos 400m medley, conquistando a medalha de prata e igualando o recorde sul-americano que já havia obtido utilizando os “supertrajes” em 2009. Thiago ainda participou dos 200m medley ficando na 4ª colocação.

Ao total o nadador brasileiro possui 18 medalhas acumuladas em Jogos Pan-Americanos. E em 2015 ele pode quebrar novas marcas, como a de maior medalhista brasileiro de todos os tempos, superando o ex-nadador Gustavo Borges, que tem 19 pódios na carreira. Ou então bater um recorde é ainda maior, o de ser o maior medalhista da história dos jogos, superando o ex-ginasta cubano Erick López Rios, que tem 22 medalhas.

O que nos resta é esperar e torcer pelos nossos atletas. A partir do dia 10 de julho a largada vai ser dada e aqui no Conexão News, você vai acompanhar tudo o que acontece durante os Jogos diretamente de Toronto. Até o próximo “Momento Pan-Americano”.

Guilherme Dias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *