Nany People, a rainha do humor brasileiro

Simpatia, elegância e carisma. Pode ser definida assim a multi artista, Nany People. Mais uma vez presente no Festival de Teatro de Curitiba, a humorista lotou duas sessões do Curitiba Comedy Club, no último dia do evento. Com um texto perfeito e sua presença de palco marcante, conquistou o publico curitibano novamente. Após os espetáculos ela conversou brevemente com a equipe do Conexão News, confiram abaixo nossa entrevista completa com a rainha do humor brasileiro.

 Como surgiu a Nany People?

Profissionalmente em 1993, ganhando dinheiro. Mas desde que me conheço por gente eu já estava na frente do espelho dublando, rebolando, fazendo a chacrete com o pano de prato na cabeça. Eu já me vestia de mulher desde Poço de Caldas com 18 anos no carnaval, mas a Nany People foi surgir, ganhar dinheiro a partir de 93, foi quando virou minha profissão, estou 22 anos como Nany People e com a minha carreira. Ser uma transexual, com 50 anos de idade e continuar competindo com as caras novinhas que estão surgindo por aí, é muito gratificante.

 Como é estar mais um ano no Festival de Teatro de Curitiba?

Uma benção, uma glória, até porque mesmo desafiando todas as leis e expectativas que poderiam dar errado, foram doze dias de uma epopéia de eventos e vim participar em pleno feriado de Páscoa, fazendo duas sessões com a casa cheia. Foram 10 anos no Risorama, agora dois com o espetáculo solo, é maravilhoso estar no Festival.

Por toda a sua história contada no show, esperava chegar aonde chegou?

 A gente nunca espera. Vamos vivendo, levando. Vamos reagindo a situações, ações, às vezes erramos, outras acertamos. Mas tem que viver e curtir, que o caminho aparece.

Conte-nos um pouco sobre sua biografia que será lançada.

 Quando fui convidada para fazer a biografia, achei que ninguém fosse se interessar. A condição, histórico que foi feito, e só de falar da biografia o alvoroço que foi feito, é de agradecer. O livro vai se chamar “Ser mulher não é para qualquer um”, e será lançado pela editora Planeta. O autor é o Flávio Queiroz, que teve um cuidado lindo para mergulhar na minha história.

Quais são os seus projetos para o futuro?

 Começa agora em junho, no Multishow, o projeto do Tom Cavalcante, “Partiu Shopping”, um novo sitcom que vai estrear lá com um super elenco, estamos gravando de segunda à quinta. Além de estar viajando o Brasil todo com espetáculo “Minhas Verdades”.

Guilherme Dias 

Colaborou Danilo Georgete e Eduardo Demeterco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *