Seis jogos de videogame que marcaram gerações

Como primeiro post aqui no CN, resolvi trazer alguns nomes de peso que marcaram presença na história dos videogames e que certamente marcaram a infância de muita gente. Listei então 6 jogos que, mesmo com o avanço das tecnologias e dos consoles, sempre terão um carinho especial, independente de gráficos. Lembrando que a analise contida nesse texto é de opinião pessoal, mas espero que agrade.

Mario Bros (1983-Nintendo)

Mario, sem duvida alguma, foi aquele jogo que TODO mundo já ouviu falar. Até aqueles que não gostam muito de videogames já jogaram ou já viram o encanador(talvez tenham passado algum transtorno com os Koopas, e por isso agora tem essa opinião).

Pouca gente sabe, mas originalmente Mario nasceu ao acaso. A Nintendo, até então, estava em processo de produção de um jogo do marinheiro Popeye(cachimbo, espinafre, âncoras, etc.). Porém pouco antes de tudo estar acertado, a empresa perdeu os direitos de imagem do personagem e, como o processo de desenvolvimento já estava em andamento, para não perder todo o trabalho, resolveu trocar o Marinheiro pelo Encanador. Outro fato interessante é que o primeiro inimigo de Mario não foi Bowser, mas sim o Donkey Kong.

Mario é considerado como a maior criação da Nintendo. Existe aqueles que discordam, mas uma coisa é certa, ele ainda coloca dinheiro na caixinha.

https://www.youtube.com/watch?v=V8GxY-lMsHg

Sonic The Hedghog (1991-SEGA)

Sonic foi criado com um objetivo, bater de frente com o Mario. Assim como nos jogos do garoto de ouro da Nintendo, Sonic também é em 2D, porém com objetivo totalmente distinto. Enquanto Mario escravisa pequenos dinossauros, come cogumelos, mata tartarugas e veste a pele de animais indefesos, o objetivo de Sonic é justamente livrar essas criaturinhas do Mr. Eggman, um homem gordinho e com um grande bigode(já vi isso em algum lugar).

Entre esmeraldas, anéis e molas, Sonic conseguiu cumprir o seu papel e é considerado um dos maiores jogos do seculo passado com a sua revolução 16-bit.

Pitfall (1982-Activision)

Outro clássico, Pitfall foi o jogo mais vendido para Atari. Um jogo aparentemente simples, porém bem complicado de se jogar. O objetivo de Pitfall Harry era andar por entre a floresta coletando tesouros e desviando de buracos, cobras e crocodilos.

Em entrevista dada pelo seu criador, David Crane, a ideia foi desenvolvida em cerca de uma hora, já a produção levou cerca de mil vezes mais toda dedicada na programação.

Space Invaders (1978-Taito Corporation)

O que seria essa lista sem Space invaders? Lançado originalmente pela Taito(mesma empresa produtora do Arkanoid), S.I. foi considerado um dos primeiros jogos de tiro bidimensional. O objetivo era muito simples, você controlava um canhão de laser e tinha que destruir todas os alienígenas que apareciam na sua frente sem deixar nenhum chegar na parte de baixo da tela.

O que deixava esse jogo mais emocionante, além das levas de aliens vindo cada vez mais rápido, é aquilo que todos sonham em um jogo de tiro. Munição infinita!

https://www.youtube.com/watch?v=437Ld_rKM2s

Grand Theft Auto (1997-DMA Design)

Uma das franquias mais rentáveis da história dos videogames, GTA também é o jogo mais discutido frente as ações in-game, pois foi o primeiro jogo em que o personagem principal é um fora da lei, ladrão de carros(dai o nome) e que tem liberdade para fazer o que bem entender dentro das cidades.

Com um gráfico que misturava o 2D e o 3D (isso falando do primogênito), a jogabilidade mantinha uma visão aérea do mapa. Havia também as sequências de missões, mas que eram ignoradas por quase todos, pois o que interessava era você pegar o carro e sair o mais loucamente possível pelas ruas.

Dentre os jogos lançados pela franquia, talvez o mais famoso seja o GTA San Andreas, protagonizado pelo personagem Carl Jhonson(CJ), um americano afro-descendente morador do subúrbio da cidade.

Top Gear (1992-Kemco)

Um jogo marcante e que muitas pessoas perderam horas e mais horas. Top Gear era completo, onde até mesmo o jogador tinha de abastecer o carro caso fosse necessário durante a corrida.

Dentro do jogo podia-se escolher entre quatro opções de carros, cada um com uma particularidade, ai dependia da estratégia de jogo de cada um e a habilidade com cada carro para conseguir vencer todas as corridas.

Uma das coisas mais marcantes do jogo, sem dúvida alguma é a música tema, que emociona qualquer um que já tenha jogado e eleva a nostalgia instantaneamente.

Não pude falar nem da metade dos clássicos, como The Legend of Zelda, Street Fighter e Mortal Kombat, Alex Kidd, entre outros. Espero que muitos, assim como eu, pelo menos tenham se lembrado um pouquinho da infância e partilhado um pouco da nostalgia que é relembrar.

Douglas Partica

Um comentário em “Seis jogos de videogame que marcaram gerações

  • 4 de julho de 2016 em 4:41
    Permalink

    exato, eu por exemplo fazia downloads piratas, porém também havia arquivos pessoais como documentos de trabalho e faculdade. Gostaria de deixar claro que após o fechamento do megaupload pensei sobre e adotei serviços de filmes online como o NetMovies
    replica sneakers shoes isabel marant [url=http://www.sneakersisabel.net/]replica sneakers shoes isabel marant[/url]

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *