5 minutos eu medito

Há algumas semanas atrás fiz um curso de estimulação neural da ONG Mãos Sem Fronteira. O investimento é muito baixo visto o retorno que ele trás. Acredito muito em energia, até porque TUDO é energia. Principalmente acredito em transmissão energia tanto positiva quanto negativa e esse curso de estimulação neural foi muito fantástico.

Aí você se pergunta “tá, e o que tem isso com saúde e bem estar?” e eu lhe respondo “TUDO”. Mas um tudo em letras maiúsculas mesmo que é para afirmar com ainda mais certeza sobre o que estou falando. Afinal, energia não precisa crer para ela estar ali.

O curso que fiz “ensina uma técnica de tratamento feita com as mãos por meio de cursos práticos, denominada “Estimulação Neural”. A prática diária dos exercícios ensinados nos cursos comprovadamente aumenta a concentração, diminui níveis de stress e resulta em maior equilíbrio emocional”, de acordo a própria Mãos Sem Fronteira.

Nem preciso dizer que adorei o curso e recomendo muito para quem está buscando práticas mais “alternativas”. É como diz o ditado: mente sã, corpo são. Me estresso com muita facilidade e ultimamente, com a falta de tempo devido aos afazeres diários, isso tem se tornado cada vez mais frequente, tanto que mal tenho coragem de ter tempo para fazer os exercícios ensinados no curso.

Quando o nível de estresse, angústia ou ansiedade estão além do que consigo controlar, paro, abro meu aplicativo do “Cinco minutos eu medito” (que você também pode baixar de forma gratuita no celular) e tento esvaziar um pouco minha cabeça. No começo, principalmente, a técnica de meditação é um pouco complicada, mas aos poucos você consegue pensar menos nas coisas e consegue esvaziar mais a mente.

Não adianta buscar comer menos coisas industrializadas, fazer esportes e/ou exercícios físicos, se essa busca por uma vida um pouco mais saudável para exatamente na parte mais importante, pelo menos para mim: a cabeça. Cuidar de dentro para fora é essencial, assim como ter pensamentos mais positivos e tranquilos também. Mas esse assunto é tão extenso que rende fácil uma coletânea de livros, aos poucos falo sobre esses aspectos também. Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *