Centro de Excelência do Boxe recebe final da Copa Rosilete

ISA

Neste sábado (4), acontece a final da Copa Rosilete dos Santos de Boxe Amador. Serão sete confrontos entre atletas de academia de Curitiba e Região e, mesmo sendo um evento para amadores, os vencedores ganharão prêmios e uma bolsa no valor de R$ 300,00. O organizador do evento, o pugilista Macaris do Livramento está aguardando casa cheia para essa final. “Esperamos que esteja totalmente lotado porque [o evento] terá um grande desempenho dos atletas. E terá prêmio também em dinheiro, no amador ninguém faz isso no país”, explica Macaris.O evento leva o nome de Rosilete, campeã mundial pela WIBA (Women’s International Boxing Association) e pela WBC (Word Boxing Concil), como um presente de Macaris, que além de seu marido também é campeão mundial. A Copa Rosilete costuma acontecer somente em Dezembro e não há bonificação em dinheiro.”A copa Macaris que acontece nessa época e que tem bolsa para os atletas, mas como dia 28 foi meu aniversário e também fez dois anos que fechei minha carreira no boxe, ele resolveu antecipar de presente para mim e para comemoramos as coisas boa que vêm acontecendo no projeto”, conta Rosilete.

Rosilete com os atletas Renato Moicano e. Diego Mexicano, que se enfrentarão na final pela categoria 69 Kg.
Rosilete com os atletas Renato Moicano e. Diego Mexicano, que se enfrentarão na final pela categoria 69 Kg.

Rosilete com os atletas Renato Moicano e. Diego Mexicano, que se enfrentarão na final pela categoria 69 Kg.
O projeto ao qual a campeã mundial se refere é o do Centro de Excelência do Boxe, local onde será realizado o evento deste sábado, que também é o primeiro do Brasil a ser usado para o projeto de capacitação de formação de cidadães, de acordo com o idealizador da Copa e do Centro, Macaris do Livramento.

Os ingressos para a Copa Rosilete dos Santos de Boxe Amador podem ser comprados na hora, pelo valor de R$20,00. O evento começa a partir das 18h no Centro de Excelência do Boxe, na Rua Joaquim Ferreira Claudino, nº 844, em São José dos Pinhais. Confira o card da Final:

57Kg – Karina Jacques X Morgana Pedrita
60Kg – Claudinei Souza X Bruno Nascimento
64Kg- Jean Peve X Gustavo Santana
69Kg – Renato Moicano X Diego Mexicano
75Kg – Maurício Carvalho X Bruno Tibério
81Kg – Ricardo Miranda X Carlos Leal
91Kg – Raphael Nobrega X Hemerson Toco
CENTRO DE EXCELÊNCIA DE BOXE
Um sonho de Macaris há quase duas décadas, o Centro de Excelência do Boxe se concretizou e completou um mês atendendo crianças  de 10 à 18 anos. O pugilista conta que ter realizado esse projeto foi uma conquista imensurável tanto para ele quanto para as crianças que vão poder se beneficiar do esporte como forma de capacitação.Com aprovação e captação de recursos do Ministério do Esporte, o projeto tem apoio da Secretaria de Esportes de São José dos Pinhais e patrocínio da Copel e Sanepar. “Eu já era campeão mundial quando eu via projetos muito bacanas no basquete e vôlei, por exemplo. Então e pensava que aquilo seria muito bom para o boxe e desde então são 18 anos lutando para que isso acontecesse”, explica Macaris que diz ter passado por muitas dificuldades e mesmo assim persistiu.O projeto social de capacitação foi aprovado em 2013 e somente no dia 1º de junho deste ano houve a inauguração devido aos trâmites legais necessários. O objetivo é ensinar cidadania e respeito às crianças através do esporte. “Aqui nós formaremos cidadães e ensinar a vida para eles através do boxe”, expõem o campeão mundial Macaris. Além disso, se alguma criança se destacar, elas vão ser convidadas a treinar de forma a se tornarem atletas, caso seja da vontade delas.Todo o material, inclusive uniformes, é fornecido pelo Centro e para se inscrever basta a criança ir até o local com um responsável e portando documento de identificação e comprovante de residência. Algumas idades já estão com as vagas lotadas e é preciso aguardar em fila de espera porque com três faltas sem justificativa a criança perde a vaga liberando para outra que realmente tenha interesse.”Graças a deus o projeto está andando da maneira que a gente sonhava”, comenta Rosilete, que sempre apoiou e incentivou Macaris neste sonho. Toda orgulhosa, ela conta que a primeira criança a se inscrever no projeto foi uma menina. “Quando eu comecei só era eu de mulher no boxe onde eu treinava e hoje, 14 anos depois, tenho outra visão sobre o boxe feminino porque vejo um crescimento muito grande de mulheres inseridas nesse esporte”, finaliza a pugilista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *