Atlético vence Brasília na Arena e quebra longo jejum sem vitórias

Em jejum pela derrota no AtleTiba, o Furacão entrou em campo na noite desta quarta-feira (24) para enfrentar o Brasília, até aqui a grande surpresa da fase nacional da Copa Sul-Americana. Após um primeiro tempo fraquíssimo tecnicamente, o Atlético chegou ao gol na segunda etapa. Daniel Hernández marcou seu primeiro gol com a camisa atleticana, construindo um resultado que se manteve até o final da partida. A imagem é do Site Oficial do Furacão.

O Jogo

O primeiro tempo foi fraco tecnicamente. Mesmo jogando em casa, o Furacão não conseguiu se impor do jeito que a torcida imaginava. Entretanto, a primeira chance da partida foi do Atlético. Logo a um minuto, Hernani lançou Ewandro pela esquerda. Ele arrancou em velocidade e fez o cruzamento. A bola, entretanto, ganhou força e passou na frente de Marcos Guilherme que, mesmo em velocidade, não alcançou.

Aos 22 minutos a melhor chance do primeiro tempo. Paulo Santos fez cruzamento da direita, a bola passou pela defesa rubro-negra e Giba, sozinho, cabeceou bem, para grande defesa de Weverton, que salvou a equipe atleticana. Aos 30, nova chance rubro-negra. Crysan fez toque para Marcos Guilherme que, cara a cara com o goleiro Arthur, tentou por cobertura, mas pegou muito embaixo da bola, que foi para fora. Foi o último lance de perigo da primeira etapa.

No segundo tempo, o Atlético foi melhor. Logo aos 13 minutos, Marcos Guilherme bateu de longe, buscando o cantinho de Welder, que substituiu Arthur lesionado ainda na primeira etapa. O goleirão se esticou todo, e mandou a bola pela linha de fundo. Aos 17 minutos, o Atlético abriu o placar. Marcos Guilherme apareceu bem pela esquerda e bateu cruzado. Welder defendeu e, no rebote, Hernández, de primeira, bateu bem para sair pro abraço.

Aos 27 minutos, o Brasília chegou pela primeira vez na segunda etapa. Giba recebeu na área, ganhou da marcação e bateu forte, mas sem direção, e a bola foi pra fora. Aos 31, a resposta atleticana. Hernández fez cruzamento, Ytalo desviou de primeira e Crysan, de primeira, bateu forte, pra bela defesa de Welder, que mandou para escanteio. Foi o último lance de perigo da partida, que terminou mesmo com vitória rubro-negra.

Com o resultado, o Atlético arrancou com vantagem nas oitavas de finais da Sul-Americana. A partira de volta ocorre na próxima quarta-feira (30), em Brasília, em estádio a ser definido. Um empate sem gols classifica o Atlético para as quartas de finais da Copa do Brasil. Vitória do Brasília por um a zero leva a decisão para as penalidades. Caso vença por dois gols de diferença, o Brasília se classifica diretamente para a próxima fase.

Ficha Técnica

Copa Sul-Americana – Oitavas de Final

Atlético-PR 1 x 0 Brasília

Estádio: Arena da Baixada

Atlético-PR: Weverton; Eduardo (Bruno Pereirinha), Vilches, Kadu e Sidcley; Otávio, Hernani, Daniel Hernández e Marcos Guilherme; Crysan (Bruno Mota) e Ewandro (Ytalo)

Técnico: Milton Mendes

Brasília: Artur (Welder); Dedê, Índio, André Oliveira e Marquinhos; Murilo, Werick, Santos (Victor Hugo) e Bruno Morais; Giba e Anjinho (Willian)

Técnico: Omar Feitosa

Arbitragem: Gery Vargas, auxiliado por Javier Bustillos e Edwin Paredes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *