Rosberg leva a melhor e vence a primeira corrida do ano

O alemão Nico Rosberg venceu o Grande Prêmio da Austrália de Fórmula 1, etapa de abertura do campeonato mundial de 2016. Lewis Hamilton sacramentou a dobradinha da Mercedes e Sebastian Vettel terminou em terceiro. Embora a Mercedes tenha mantido a supremacia dos anos anteriores, engana-se quem acha que as flechas de prata tiveram vida fácil.

A corrida já começou confusa. Daniil Kvyat da Red Bull abandonou no momento em que os carros alinhavam para a largada. Com isso, os pilotos partiram para uma nova volta de apresentação e a duração da prova foi diminuída em uma volta.

Quando as luzes vermelhas se apagaram a surpresa: Vettel surgiu feito um raio à frente das duas Mercedes e pulou na frente. Kimi Raikkonen aproveitou e pulou para a segunda posição.

Quem teve problemas na largada foi o atual campeão mundial. Hamilton caiu para a sexta posição e deu início a uma corrida de recuperação interessante. Felipe Massa segurou como pôde o inglês mas acabou ultrapassado na quarta volta. Com uma corrida discreta, o piloto da Williams se preocupou mais em conservar os pneus até a primeira parada nos boxes.

Quando as paradas começaram, brilhou a estratégia. Enquanto Rosberg parou para colocar pneus macios, Vettel optou por manter os supermacios apostando em um ritmo mais rápido.

 

Na volta 18, um susto. Em uma disputa de posições, a McLaren de Fernando Alonso acabou tocando a roda traseira da Haas de Esteban Gutierrez durante uma disputa de posições. O carro do espanhol acabou capotando duas vezes e bateu forte no muro. Felizmente, os pilotos nada sofreram. A corrida foi interrompida por 20 minutos com bandeira vermelha para a limpeza dos detritos.

Com a prova reiniciada, Vettel seguiu na frente, seguido por Rosberg e Raikkonen nas três primeiras posições. O piloto da Mercedes aproveitou a paralisação para colocar pneus médios e não parar mais até o final. Vettel optou por manter os supermacios. Assim, o piloto da Ferrari precisaria parar obrigatoriamente para colocar outro tipo de pneu e a vitória de Rosberg era apenas questão de tempo.

Na volta 23, o motor de Kimi Raikkonen pegou fogo, forçando o abandono do finlandês. Com a briga pela vitória praticamente decidida, as disputas ficaram no meio do pelotão. As Toro Rosso de Carlos Sainz e Max Verstappen protagonizaram uma boa briga por posições. Os dois pilotos chegaram a andar entre os cinco primeiros, mas por conta das paradas acabaram ficando nas últimas posições da zona de pontuação.

Lewis Hamilton mostrou serenidade e conseguiu, também graças à estratégia, chegar ao pódio. Nas voltas finais, Vettel tentou uma última aproximação ao tricampeão mundial. O alemão, porém, acabou rodando na curva que trazia à reta dos boxes a duas voltas do final e acabou tendo de se contentar com o terceiro lugar.

A boa surpresa ficou por conta da estreante equipe Haas. O francês Romain Grosjean chegou na sexta posição e garantiu os primeiros pontos para a equipe norte-americana na temporada. Entre os brasileiros, Massa terminou na quinta posição e Felipe Nasr fechou com a Sauber em 14º. A Fórmula 1 volta às pistas daqui a duas semanas com o Grande Prêmio do Bahrein.

Confira o resultado final da prova e a classificação dos mundiais de pilotos e construtores:

Classificação final do GP da Austrália:

1) Nico Rosberg (ALE/Mercedes)

2) Lewis Hamilton (ING/Mercedes) – +8s

3) Sebastian Vettel  (ALE/Ferrari) – + 9,6s

4) Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull) – + 24s

5) Felipe Massa (BRA/Williams) – + 58,9s

6) Romain Grosjean (FRA/Haas) – + 72s

7) Nico Hulkenberg (ALE/Force India) – + 74s

8) Valtteri Bottas (FIN/Williams) – +75,1s

9) Carlos Sainz (ESP/Toro Rosso) – + 75,6s

10) Max Verstappen (HOL/Toro Rosso) – +76,8s

11) Jolyon Palmer (ING/Renault) – + 83,3s

12) Kevin Magnussen (DIN/Renault) – + 85,6s

13) Sergio Perez (MEX/Force India) – + 91,6s

14) Jenson Button (ING/McLaren) – + 1 volta

15) Felipe Nasr (BRA/Sauber) – + 1 volta

16) Pascal Wehrlein (ALE/Manor) – + 1 volta

 

Não completaram a prova:

Marcus Ericsson (SUE/Sauber)

Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari)

Rio Haryanto (ID/Manor)

Esteban Gutierrez (MEX/Haas)

Fernando Alonso (ESP/McLaren)

Daniil Kvyat (RUS/Red Bull)

 

Classificação do mundial de pilotos:

1) Nico Rosberg     25

2) Lewis Hamilton   18

3) Sebastian Vettel 15

4) Daniel Ricciardo 12

5) Felipe Massa     10

6) Romain Grosjean   8

7) Nico Hulkenberg   6

8) Valtteri Bottas   4

9) Carlos Sainz      2

10) Max Verstappen   1

 

Classificação do mundial de construtores:

1) Mercedes   43

2) Ferrari    15

3) Williams   14

4) Red Bull   12

5) Haas        8

6) Force India 6

7) Toro Rosso  3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *