Stephen Curry, o colírio dos olhos da NBA

DANI

De tirar o fôlego! Podemos exemplificar assim as atuações  do número 30 do Golden State Warriors. Stephen Curry vem impressionando todos com seu absurdo nível técnico nas partidas da NBA.

Assistir um jogo do Warriors na temporada 2015/2016 do maior basquete do mundo é como apreciar a mais bela ópera, o mais encantador ballet. Além de Curry, o time inteiro tem uma consistência incrível, uma nível acima da média.

Ok, falei um pouco do time que vem encantando todos, mas muito se deve a estrela Stephen Curry. Os elogios vem de todos os lados: adversários, técnicos, comentaristas e ex-jogadores. Quem pode para-lo? Não sei.

Minha relação com basquete é bem antiga, sempre foi um ambiente que estive próximo. Quando pequeno (mesmo que não me lembre) ia acompanhar os jogos do meu tio, ele jogou profissionalmente. Agora com um pouco mais de lembrança ia nos jogos do time feminino do Santo André, equipe que tinha a belíssima Janet atuando. E, ainda pequeno, lá por 1995, me apaixonei pela equipe estrelada do Chicago Bulls e pelos espetáculos da NBA.

Mas sou sincero, apesar de  gostar dos shows que os jogos da liga norte-americana proporcionam, fazia tempo que não assistia as partidas com tanto prazer. Mesmo que meu Bulls não ande assim tão bom nesta temporada. O que Curry vem fazendo jogo após jogo é coisa de outro mundo. Muitos já o consideram um dos grandes da história, mas vamos com calma, vamos esperar mais uns cinco anos para afirmar isso.

O certo é que a linha de três pontos na NBA que fica a 7,2 metros de distância da cesta, se torna uma distância mínima quando é Stephen Curry que está arremessando. Não tem posição, de onde estiver ele chuta, e pasmem, a média de acertos é incrível.

Na partida contra o Oklahoma City Thunder ele igualou a marca de Kobe Bryant e Dnyell Marshal ao acertar 12 bolas de três pontos. Além de bater o próprio recorde de maior arremessador de bolas de três em uma temporada da NBA. Curry chegou a marca de 288 chutes e vale lembrar que ainda não chegamos aos playoffs.

O Golden State e Curry estão juntos fazendo história, resta ver se vão conquistar o anel no final da temporada. E, apesar de ser torcedor do Bulls, estou aqui sentado no sofá só aguardando o time da califórnia fazer história neste ano. Sim, declaro aberta minha torcida ao time que tem o atleta que vem sendo o colírio dos olhos da NBA.

Um comentário em “Stephen Curry, o colírio dos olhos da NBA

  • 5 de março de 2016 em 3:47
    Permalink

    Comentário perfeito. Fazia tempo que não lia algo tão bom falando sobre basquete.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *