O Silêncio, o Tempo e a Música – Conexão News

O Silêncio, o Tempo e a Música

Por: Maria de Lourdes

O Silêncio, o Tempo e a Música são realmente as três fases mais importantes da vida de todas as pessoas. Os três elementos agindo simultaneamente têm efeito depurador de nossa alma.

A minha fase do “Silêncio” deu-se meio a transição do período infantil para o pré-adolescente, época em que para alguns jovens é extremamente difícil e dolorosa, período em que o corpo, a mente e o coração parecem brigar entre si. Uma guerra interna entre a razão e a emoção, e lógico que comigo não foi diferente. Não me tornei tão rebelde, mas me fechei como se estivesse aprisionada em meu próprio ser.

Passava mais tempo em silêncio e observando as pessoas e as situações, tentando me encontrar neste meio ou tentando descobrir se eu realmente eu fazia parte dele. Estranhava o mundo, as pessoas, e buscava respostas sobre quem eu era realmente. Buscando minha identidade e o que eu queria da vida para assim trilhar um caminho que me levasse a uma realização pessoal e que consequentemente eu fosse um orgulho para os meus pais. Observar em silêncio pode nos trazer uma espécie de angústia, como se fosse uma autoflagelação, não comentar, não opinar, nem dividir, apenas observar sem fazer julgamento de valor. Foi assim que passei esta fase e foi muito importante para eu reorganizar as ideias, que estavam bagunçadas dentro de mim, uma reclusão e um calar necessário.

Certo período depois, passei pela fase do “Tempo”, já antes da vida adulta fui obrigada a amadurecer rápido, o tempo foi o meu salvador, meu aliado e eu sempre acreditava que tudo passaria na sua devida hora. Em épocas de incertezas, os jovens anseiam pela vida adulta achando que conquistarão mais liberdade, mas consequentemente as responsabilidades também aumentam.

Com isto surgem inseguranças, medos e dúvidas, inevitável para todos nós. Para mim, tudo era “só até hoje”, amanhã nada mais seria igual, mesmo a alegrias. Tempo que por vezes obrigou-me a fazer escolhas e diante de perdas acreditei que tudo passaria rápido. O Tempo realmente é sanador de muitos males, sem dúvida alguma.

A fase da “Música”, a mais suave de todas e tem o dom de dar leveza na vida, posso dizer que iniciou há pouco tempo e segue até agora. Acalma, mas também faz emergir algumas lembranças das fases anteriores. Funciona como um bálsamo que consola, mostra como superei e venci tantas lágrimas, tantas dores, tantas desilusões, e me convence que posso sobreviver a todos os golpes pregados pela vida.

A Música tem a função de regenerar, trazer paz de espírito, descanso das turbulências. Ela traz a confirmação da minha personalidade, da minha pessoalidade, do meu eu. E neste ciclo vicioso, vou caminhando, cada vez mais experiente, mais madura, e ciente de que hoje eu me conheço muito melhor do que antes. E deixei a muito tempo de ser refém da minha própria vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *