Agenda Olímpica

jorge

Definições de vagas na esgrima e no tiro com arco, velocista sendo liberada para disputar a Olimpíada e a luta livre tendo resultados ruins no Pré-Olímpico são os destaques semanais.

ATLETISMO
Ana Cláudia Lemos vai estar nos Jogos Olímpicos Rio 2016. A velocista dos 100 e 200m rasos pegou pena de cinco meses, atribuída pelo Supremo Tribunal de Justiça (STJD), e como a medida vale desde o início de seu afastamento, em fevereiro desse ano, ela está apta para competir em agosto. Dentro das pistas, Mahau Sugimati conquistou o índice olímpico para a prova dos 400m com barreiras, com o tempo de 49s40, marca que lhe rendeu o quinto tempo no Grand Prix de Kawasaki. Além disso, com o final da janela olímpica para a prova da maratona, a seleção nacional foi definida com Solonei Rocha, Marílson Gomes e Paulo Roberto de Almeida no masculino e Adriana Santos, Marily dos Santos e Graciete Santana no feminino. Outros brasileiros disputaram competições internacionais, como Wagner Domingos, o popular Montanha, que na cidade de Zagreb (Croácia), lançou o martelo a 75.60m, batendo o seu próprio recorde nacional e anotando a 11ª melhor marca do mundo. Para se qualificar para os jogos, ele precisa atingir os 77m no arremesso. Já Keila Costa não foi bem na Etapa de Doha da Diamond League, terminando na pen[ultima posição no salto triplo.

ESGRIMA
Com a realização do Torneio Cidade de Curitiba da modalidade, foi fechado assim o ranking nacional da modalidade, e assim, selecionados os treze atletas que irão representar o Brasil no desporto. Vale lembrar que Renzo Agresta no sabre masculino, Nathalie Moullhausen na espada feminina, e o time do florete masculino, formado por Guilherme Toldo, Henrique Marques e Ghislain Perrier já estavam com vagas garantidas. Juntaram se a eles Taís Rochel e Bia Bulcão (florete feminino), Nicolas Ferreira, Athos Schwantes e Guilherme Melaragno (espada masculina), Marta Baeza (sabre feminino) e Emese Takacs e Rayssa Costa (espada feminina). Ainda serão convocados atletas reservas para a composição do esquadro nacional.

JUDÔ

Na Etapa de Baku (Azerbaijão) do Grand Slam de Judô, o Brasil conquistou duas medalhas. Maria Portela foi prata no peso médio, sendo derrotada pela atual vice-campeã mundial, a espanhola Maria Bernabeu. Já David Moura, que ainda briga pela vaga olímpica no peso pesado, levou a medalha de bronze (na mesma categoria, Rafael Silva foi o sétimo). Também participaram da competição Luciano Corrêa e Rafael Buzacarini (meio pesado), Ketleyn Quadros (até 63Kg), Marcelo Contini (até 73Kg), Eric Takabatake e Felipe Kitadai (até 60Kg), além de Rafaela Silva (até 57Kg) e Érika Miranda (até 52Kg).

LUTA OLÍMPICA
Infelizmente a luta olímpica nacional não conseguiu vagas no Pré Olímpico de Instambul (Turquia), que era o último evento classificatório para a Olimpíada. Filipes Esteves (57Kg), Diego Romanelli (59Kg), Lincoln Messias (65Kg). Ronisson Batão (85Kg), Adrian Jaoude 86Kg), Paulo Victor Santos (97Kg) e Davi Albino (98Kg) no masculino, além de Susana Santos (48Kg), Giulia Penalber (53Kg) e Ângela Moreira (75Kg) no feminino. O Brasil ainda decidirá o destino de mais uma vaga, na categoria até 130Kg.

PENTATLO MODERNO
Na Super Final da Copa do Mundo de Pentatlo Moderno, disputada em Sarasota (Estados Unidos), Yane Marques ficou na 24ª colocação, ficando assim fora de mais um pódio nas etapas da Copa do Mundo. Ela chegou a estar em terceiro lugar durante a última competição, o misto entre tiro e corrida, mas foi caindo e fechou como a 14ª posição no circuito mundial.

TÊNIS
E Marcelo Melo retornou ao posto de número um do ranking mundial de duplas. Melo, ao lado do croata Ivan Dodig, chegaram até as semifinais do Masters 1000 de Madrid, quando perderam para a dupla formada pelo indiano Rohan Bopanna e o romeno Florin Mergea (7/5, 6/74, e 12/10). Melo atingirá assim, sua vigésima terceira semana nessa posição. Na chave de simples do torneio, Thomaz Bellucci sucumbiu ainda na primeira rodada, sendo derrotada pelo canadense Milos Raonic por setes diretos (7/64 e 6/1). Bellucci segue desde 2014 sem vencer um tenista top 15 do ranking mundial. Vale destaque também o primeiro título de nível challenger de Thiago Monteiro, que na cidade francesa de Aix em Provence, bateu o argentino Carlos Berlocq na decisão (4/6, 6/4 e 6/1), conseguindo atingir sua melhor posição de ranking da carreira, com o 143º posto.

TIRO COM ARCO
A Confederação Brasileira de Tiro com Arco (CBTArco) divulgou as últimas quatro vagas para a equipe nacional que irá representar a modalidade nos Jogos Rio 2016. Além de Marcus Vinícius D’Almeida, Bernardo de Souza, Ana Marcelle Gomes e Sarah Nikitin, que haviam carimbado seu passaporte nas últimas seletivas, Daniel Rezende Xavier, Marcelo da Silva Costa Filho, Marina Canetta Gobbi e Michelle Terada Acquesta também estarão na Olimpíada. A confederação ainda irá divulgar os atletas convocados para o esquadro reserva.

VELA
Jorge Zarif iniciou sua disputa do Mundial da Classe Finn, disputado na cidade de Gaeta (Itália). Após as duas primeiras duas etapas, Zarif se encontra na quinta posição, entre 70 atletas. As disputas, irão até sexta-feira (13) e a competição é o último teste antes dos Jogos Olímpicos.

VÔLEI DE PRAIA

No torneio Superpraia, disputado nas areias de João Pessoa (PB), as duas melhores duplas nacionais se encontraram na final masculina e feminina, mas foram ambos os líderes mundiais que levaram o título. Entre as mulheres, Ágatha e Bárbara venceram Larissa e Talita por dois sets a um (21/14, 15/21 e 15/12). Já entre os rapazes, Alison e Bruno Schimidt bateram Pedro Solberg e Evandro por sets diretos (21/19 e 21/16). Alison e Bruno por sinal, levaram o troféu de forma invicta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *