Pesagem do UFC 198 é marcada por homenagens, promessas e xingamentos da torcida

DaniloGui dias

Um bom público compareceu na Arena da Baixada, em Curitiba (PR) para acompanhar a pesagem oficial do UFC 198. O último a bater o peso foi Fabrício Werdum que subiu ao palco com uma camiseta em homenagem a mãe de seu treinador que faleceu na noite da última quinta-feira (12). Em um discurso emocionado, o lutador saudou a todas as mães, e mostrou a faixa preta em seu braço escrito “Maria Conceição”. Fabrício Werdum e Stip Miocic farão a luta principal da noite e a única que vai valer o cinturão do peso-pesado, na entrevista após a pesagem o brasileiro prometeu a vitória neste sábado (14). “O que eu posso dizer é que vou vencer”, enfatizou Werdum para o delírio de todos na Arena da Baixada.

O evento também contou com a presença dos lutadores José Aldo, Amanda Nunes e Cláudia Gadelha, que fizeram a animação da plateia e responderam a perguntas antes do início oficial do evento. Um dos atletas mais aplaudidos foi Mauricio Shogun que é natural de Curitiba.

A estreia mais aguardada do UFC, a lutadora Cris Cyborg, fez uma encarada intensa a adversária, a americana Leslie Smith, não tirando os olhos da mesma nem mesmo após a pesagem, fazendo com que o público fosse ao delírio.

Todos os competidores bateram o peso, as encaradas foram tranquilas e sem confusão. A cena mais quente foi entre Matt Brown e Damian Maia. O americano entrou com o celular filmando o público e quando todos começaram a gritar “Uhh vai morrer!”, ele pediu para gritarem mais alto e ainda mostrou o dedo do meio para a arquibancada.

Fabrício Werdum, subiu ao palco com uma camiseta em homenagem a mãe de seu treinador que faleceu na noite da última quinta-feira (12). Em um discurso emocionado, o lutador saudou a todas as mães, e mostrou a faixa preta em seu braço escrito “Maria Conceição”.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *