Brasil sofre, mas vence na estreia da Liga Mundial

CASSIO BIDA

O Brasil sofreu, mas conseguiu a vitória na estreia da fase final da Liga Mundial de Vôlei. O renovado time brasileiro teve dificuldades, mas derrotou o Canadá pelo placar de 3 sets a 1. Parciais de 25-21, 17-25, 25-19 e 25-19 em 1 hora e 54 minutos de partida.

Com a vitória, o Brasil fica em posição confortável para conqusitar a vaga para a semifinal. Para terminar a fase de grupos em primeiro lugar, o time de Renan Dal Zotto precisa apenas vencer a Rússia na quinta-feira. O Canadá volta à quadra amanhã, às 15h, precisando da vitória a qualquer custo contra os russos para ainda sonhar com uma possibilidade de classificação.

O nervosismo atrapalhou o início da seleção brasileira. Com erros no saque e no ataque, além da eficiência do bloqueio canadense, o time de Renan Dal Zotto começou muito atrás no placar chegando a ter cinco pontos de desvantagem. No primeiro tempo técnico, o Canadá chegou a abrir vantagem de 8 a 3.

A reação brasileira se deu com Wallace no saque. Foi através das mãos do camisa 4 brasileiro que a seleção retomou o caminho do jogo e o ataque voltou a funcionar. O Brasil conseguiu reverter uma desvantagem de 4 pontos e deu novo equilíbrio ao jogo.

Os erros de ataque das duas equipes foram o destaque no primeiro set. Os canadenses fizeram 7 pontos
graças aos erros do Brasil. Por sua vez, os donos da casa pontuaram em 11 vacilos do Canadá.

A disputa permaneceu intensa até o final. Quando o Brasil parecia comandar a virada no set com o placar
empatado em 19 pontos, o Canadá desafiou uma marcação de bola fora a favor do Brasil. O vídeo
confirmou o ponto brasileiro. Em outro desafio, no lance seguinte, uma bola fora do ataque canadense
tocou no bloqueio brasileiro.

Na reta final do set, Lucão fez a diferença no saque, o bloqueio brasileiro começou a funcionar e o Brasil fechou o primeiro set com o placar de 25 a 21 em 28 minutos.

No segundo set, o equilíbrio permaneceu e nenhuma das seleções conseguiu abrir vantagem expressiva no início.

Até que o saque canadense começou a fazer a diferença. Com 3 aces, e uma ótima performance de Venom-Evans, o Canadá fechou o segundo set após um intenso rally que terminou com um erro de ataque de Maurício Borges: 25 a 17 em 25 minutos.

No terceiro set, muitos erros de saque no início impediram que brasileiros ou canadenses abrissem muita vantagem. O ritmo mais equilibrado, somado ao vento gelado que batia na arquibancada com o cair da tarde, esfriaram até mesmo a torcida que passou boa parte do set sem vibrar muito.

O que fez a diferença a favor do Brasil foi a sequência de pontos de bloqueio na reta final. Com dois pontos consecutivos após o terceiro tempo técnico, a seleção abriu importante vantagem e não foi mais ameaçada. Com um ace de Maurício Borges, o Brasil fechou em 25 a 19 após 29 minutos.

Os saques deram a tônica do início do quarto set. Os dois primeiros pontos brasileiros vieram de um erro canadense e um ace de Lucão.

O central brasileiro foi o destaque com saques poderosos e que ajudaram o Brasil a construir uma vantagem sólida no marcador. Na reta final do jogo, o bloqueio brasileiro voltou a funcionar e ajudou a ampliar a vantagem da seleção. O último ponto veio com um ataque de Lucarelli. 25 a 19 em 32 minutos e vitória brasileira, para a festa da torcida na Arena!

liga 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *