Bia Haddad vence na estreia do Australian Open e encerra jejum de 53 anos do tênis feminino no torneio

Danilo

Desde 1965, quando Maria Esther Bueno foi vice-campeã do Grand Slam australiano, nenhuma brasileira havia conseguido passar na primeira rodada do Grand Slam australiano. Esse tabu caiu nesta terça-feira (16), quando Bia Haddad, tenista número 1 do Brasil, conseguiu vencer a convidada local Lizette Cabrera, por 7/6(3) 6/4, após 1h35 de partida.

A tenista brasileira destacou após o duelo que ficou feliz em quebrar o tabu e que se sentiu abraçada com o apoio brasileiro durante o jogo. “Fico feliz em quebrar esse tabu. É sempre uma honra jogar pelo Brasil. Hoje tinham muitos brasileiros torcendo por mim. Saber que há 53 anos nenhuma brasileira ganhava aqui só deixa a gente mais motivado que é possível. Não só eu, mas todas as garotas devem acreditar que também podem”, disse.

Na próxima rodada, Bia terá a chance de desafiar uma top 10, a tcheca Karolina Pliskova, número 6 do mundo e cabeça de chave 6 do torneio, que venceu na estreia a paraguaia Veronica Cepede, por 6/3 6/4.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *