Bobsled brasileiro faz últimos ajustes antes da estreia em PyeongChang

Uma das primeiras equipes a chegar na Vila Olímpica, o Bobsled do Brasil realiza os últimos ajustes antes de sua estreia nos Jogos Olímpicos de Inverno de PyeongChang. O país vai competir no 2-man e 4-man e a primeira descida será nas duplas, no dia 18.

Após realizarem dois treinos logo nos primeiros dias na Coreia, os brasileiros passaram os últimos aprimorando o condicionamento físico na academia da vila e aproveitando para trabalhar em seus dois trenós. Desde a Cerimônia de Abertura dos Jogos, a pista de competição está sendo usada para as provas de luge do Jogos Olímpicos. Apenas depois do skeleton será a vez do bobsled.

Cada equipe é responsável pela manutenção de seu equipamento e o trabalho consiste basicamente em polir as lâminas que entram em contato com o gelo da pista e garantir o funcionamento dos freios e das manoplas de pilotagem. “Tem muito trabalho a ser feito antes das descidas. Precisamos fazer a manutenção do trenó para que tudo ocorra bem no momento da competição. Aproveitamos para engraxar e lubrificar todas as peças para que elas possam funcionar perfeitamente nas descidas”, comentou Odirlei Pessoni, integrante da equipe, que disputar sua segunda edição de Jogos Olímpicos.

Os treinos oficiais do 2-man começam na quinta-feira, dia 15, e estendem-se até o dia 17. A competição das duplas acontece nos dias 18 e 19, com duas descidas cada.  Depois, o Brasil retorna à pista no dia 21, com os treinos oficiais do 4-man até o dia 23 – as primeiras provas do quarteto serão no dia 23 de fevereiro, a partir das 21h30 no horário de Brasília.

Em PyeongChang, a equipe brasileira de Bobsled é formada pelo piloto Edson Bindilatti e pelos atletas Edson Martins, Odirlei Pessoni, Rafael Souza e o reserva Erick Vianna. Bindilatti e Martins também representam o país nas duplas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *