Da violência à união dos clubes

Eduardo Demeterco

A violência está cada vez mais presente no cotidiano de cada cidadão nos dias atuais, seja dentro ou fora de casa ou até mesmo em situações onde as pessoas são pegas desprevenidas. 

Ontem (25), a equipe do Paranavaí que disputa a segunda divisão do Campeonato Paranaense, teve seus materiais de jogo roubados de dentro do ônibus que estava parado na frente do hotel no meio da madrugada. Todo material do clube que seria utilizado no jogo previsto para 15h30 foi levado pelos ladrões. Como o clube percorreu mais de 400km para poder disputar a partida, não havia como voltar e buscar novos materiais, ou seja, o clube acabaria perdendo por WO. Foi deixado apenas dentro do ônibus três bolas, água mineral e o lanche dos jogadores. 

Porém, a solidariedade falou mais alto nesse momento e depois de uma campanha feita nas redes sociais, isso motivou a Federação Paranaense de Futebol e alguns clubes a ajudá-los. A equipe amadora do Novo Mundo entregou uniformes para o aquecimento dos atletas antes do jogo, as chuteiras foram emprestadas pela equipe adversária e também pelo Maringá que mais tarde enfrentaria o Atlético-PR na Arena da Baixada. E o clube da capital curitibana doou uniformes oficiais para que a equipe pudesse entrar em campo durante os 90 minutos. A partida terminou com vitória do time da casa, o Independente São-Joseense por 1×0, mas o Paranavaí já estava classificado para a segunda fase da competição. 

São atitudes como essa que mostram às pessoas que tanto os clubes quanto cidadãos, podem permanecer em harmonia uns com os outros. A solidariedade, paz e esperança permanece no mundo. Agora o Paranavaí continuará brigando para voltar à primeira divisão do Campeonato Paranaense. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *