Morre Bebeto de Freitas, técnico da ‘geração de prata’ do vôlei brasileiro

Danilo

Morreu na tarde desta terça-feira (13), o ex-técnico da seleção brasileira de vôlei, ex-presidente do Botafogo e atual diretor do Atlético-MG, Bebeto de Freitas. Aos 68 anos o cartola sofreu um infarto fulminante na Cidade do Galo.

Com uma extensa carreira no meio esportivo, Bebeto de Freitas foi jogador e técnico da seleção masculina de voleibol, onde disputou duas Olimpíadas – Montreal 1976 como atleta e Los Angeles 1984 como técnico, onde conquistou a primeira medalha olímpica para o Brasil na modalidade, deixando a equipe marcada como a “Geração de Prata”.

Bebeto de Freitas também marcou época no vôlei italiano onde venceu cinco títulos nacionais treinando o Maxicono Parma e entre 1997 e 1998 treinou a seleção italiana, conquistando a Liga Mundial de Vôlei e o título mundial da categoria. Após os feitos no voleibol ele entrou para o Hall da Fama da modalidade.

Entre 2003 e 2008 presidiu o Botafogo, clube do coração e onde foi campeão estadual de vôlei por onze anos consecutivos. Após esse período foi trabalhar no Atlético-MG como dirigente e chegou a assumir a Secretaria de Esportes de Belo Horizonte. Atualmente ele era  diretor de Administração e Controle do Atlético-MG.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *