Wrestling brasileiro leva quatro medalhas no Pan Cadete e duas vagas para os Jogos Olímpicos da Juventude 2018 – Conexão News

Wrestling brasileiro leva quatro medalhas no Pan Cadete e duas vagas para os Jogos Olímpicos da Juventude 2018

O wrestling brasileiro conquistou quatro medalhas no Pan-americano Cadete de Wrestling 2018 disputado no último fim de semana, na Cidade da Guatemala, capital da Guatemala. A delegação brasileira obteve medalhas nos três estilos da modalidade. Igor Queiroz ficou com o ouro na categoria até 92kg do estilo greco-romano. No wrestling feminino, Heloísa Martinez levou a prata até 43kg e Thaissa Ribeiro, a medalha de bronze até 65kg. Helisson Bresson, da divisão até 48kg no estilo livre, encerrou  a participação com mais um terceiro lugar.

Igor Queiroz e Heloísa Martinez vão representar o Brasil nos Jogos Olímpicos da Juventude em outubro, principal competição para atletas de 15 a 17 anos e que esse ano ocorre em Buenos Aires, capital da Argentina. Para Igor, além da conquista pessoal, ser campeão pan-americano foi uma maneira de alegrar os brasileiros em virtude da greve que compromete a rotina de grande parte da população de norte a sul do país.

“Cumpri o objetivo que era vencer o Pan-americano e garantir a vaga para os Jogos Olímpicos da Juventude. Dedico essa medalha de ouro para todos os brasileiros que passaram e estão passando por um momento difícil. A população brasileira está precisando de atenção”, desabafou Igor, natural do bairro Tijucal, periferia de Cuiabá, capital do Mato Grosso, que venceu o mexicano Alexander Mayorga por 8 a 2 na final do Pan.

Heloísa Martinez, chamada de “Barbie do wrestling”, em virtude dos olhos verdes e cabelos loiros, se tornou a primeira brasileira a garantir vaga para os Jogos Olímpicos da Juventude. Até o momento foram realizadas três edições. A primeira em Cingapura, 2010, onde não houveram representantes nacionais. Na segunda edição em Nanquim 2014, apenas o estilo greco-romano participou, com Calebe Correa e Rafael Crystello Filho. No Pan, Heloísa foi superada apenas pela norte-americana Emily Shilson. As duas lutadoras vão se reencontrar em Buenos Aires, já que Emily também está classificada para os Jogos Olímpicos da Juventude.

“É uma alegria muito grande representar o Brasil em qualquer competição. Ainda mais ser a primeira atleta do wrestling feminino a disputar os Jogos Olímpicos da Juventude. A medalha e a classificação eram os objetivos e agora é treinar mais para conseguir também a medalha nos Jogos Olímpicos. Espero que lá seja ouro”, afirmou Heloísa, natural do Rio Grande do Norte e atualmente radicada em São Paulo.

O wrestling nos Jogos Olímpicos da Juventude acontecem de 12 a 14 de outubro em Buenos Aires, Argentina.

Foto: Divulgação / RuivaFight/arquivoCBW

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *