Brasileirão volta após parada para a Copa do Mundo

ASSINATURA CLAUDEMIR

Acabou o show de imagens, belos gramados, arenas lotadas que foram exibidas nos televisores brasileiros durante um mês, voltamos a realidade do nosso futebol. Falando em Copa do Mundo, não vi um futebol que brilhasse os olhos, aliás, os jogos estão ficando cada vez mais previsíveis, ganha quem tem mais eficiência e isso a França soube fazer, venceu o Mundial sem grandes exibições.

Nas últimas quatro edições, em todas, os europeus venceram, isso mostra que a América do Sul e principalmente o Brasil já deveriam estar com alerta ligado, será que não está na hora de parar de copiar o estilo de jogo deles e apostar na nossa individualidade?

E o Campeonato Brasileiro está de volta, os times tiveram tempo de se preparar, alguns se reforçaram, perderam jogadores para a janela aberta do futebol exterior e terão uma maratona de jogos até o final de ano, dividindo atenção com as fases decisivas da Copa Libertadores, Copa do Brasil e Copa Sul-Americana.

Vamos à rodada com a partida de abertura entre Ceará e Sport, desesperado na lanterna o time da casa busca recuperação. Vitória e Paraná jogam para se afastar da zona de rebaixamento. No Maracanã, um jogão, o clássico entre o líder Flamengo e o terceiro colocado São Paulo. O time da gávea é líder e o tricolor paulista se reforço para a sequência da temporada.

Em Itaquera, o timão joga contra o Botafogo, liderado pelo técnico Wagner Loss, time tenta provar para a torcida que pode brigar pela parte de cima da tabela. Nos três amistosos que fez, o time do Corinthians mostrou evolução. Em Porto Alegre, páreo duro entre Grêmio e Atlético-MG. Clássico em Belo Horizonte entre Cruzeiro e América-MG, a raposa vai animada para o confronto, após a classificação para às quartas de final da Copa do Brasil. Ainda na quinta-feira (19), fecham a rodada o clássico entre Santos e Palmeiras na Vila Belmiro, Vasco e Fluminense, Chapecoense e Bahia, e em Curitiba, o Atlético-PR busca recuperação diante do Internacional que pode assumir a vice-liderança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *