Fantasma vai assombrar a série B em 2019

ASSINATURA EDUARDO

O céu amanheceu inteiro azul na manhã de hoje e até o Sol decidiu aparecer. Para os moradores de Ponta Grossa, principalmente os torcedores do Operário Ferroviário, a festa continua, a alegria está exposta na cara de cada cidadão. O motivo? O clube após 27 anos após a sua última participação, está de volta a Série B do Campeonato Brasileiro de Futebol.

O trem fantasma está sendo conduzido por Gerson Gusmão, um homem de 44 anos, que comanda o time a 2 anos 4 meses com um retrospecto de atrair as atenções da mídia e outros clubes do país: são 81 jogos, sendo eles 55 vitórias, 16 empates e apenas 10 derrotas. O Operário já havia feito história no ano anterior quando conquistou o acesso para a terceira divisão consagrando-se o campeão da Série D e em seguida, garante a vaga nas semifinais junto com o Bragantino e Botafogo-SP. A última vaga será decidida hoje às 21h entre Cuiabá e Atlético Acreano.

A torcida fez o seu papel, lotou as ruas em torno do Estádio Germano Kruger antes da partida iniciar, recepcionou seus jogadores na saída do ônibus e quando a bola rolou. Quase 8 mil pessoas jogaram todas as suas energias para os gramados. O fantasma de Ponta Grossa levou alguns sustos mas terminou o primeiro tempo vencendo por 1×0, gol de Alisson. Os atletas retornaram para o segundo tempo e naquele momento, a disputa estaria indo para os pênaltis pois o Santa Cruz havia vencido em casa no primeiro jogo pelo mesmo placar. O centroavante Schumacher estava para ser substituído quando recebeu um cruzamento na área e de voleio, mandou para as redes, incendiando mais ainda o estádio. Aquele resultado já garantia a classificação de seu time na segunda divisão nacional. Mas a cereja do bolo ainda estava por vir, em ótima jogada coletiva, Dione, que havia entrado no segundo tempo, apareceu para fechar o placar e confirmar o acesso. A partida terminou, lágrimas de felicidade tomaram conta da cidade e do Estado, pois muitos torcedores de outros clubes paranaenses, ontem, se doaram para o Operário.

O fantasma participará pela quinta vez após 28 anos da Série B (1980, 1989, 1990 e 1991). O time chamou atenção pois o elenco vem sendo mantido há anos, salários não tem um valor tão estratosférico como dos demais clubes nacionais e o principal: existe um planejamento por parte da diretoria de manter essa continuidade dentro do clube. Agora o time paranaense enfrentará na semifinal, o Bragantino que eliminou o Náutico no último sábado (25) e buscará a vaga para a grande final. As partidas de ida e volta ainda não possuem data marcada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *