Com DNA olímpico na família, Luiz Gabriel de Oliveira será o porta-bandeira do Brasil na abertura da Buenos Aires 2018

ASSINATURA DANILO

 

O DNA olímpico vem de família! Luiz Gabriel de Oliveira, jovem pugilista de 17 anos, carrega nas costas o peso de ser neto de Servílio de Oliveira, o primeiro boxeador brasileiro a conquistar uma medalha olímpica, feito que ocorreu há 50 anos, nos Jogos Olímpicos da Cidade do México em 1968. Agora, o neto busca seguir os passos do avô e subir no pódio dos Jogos Olímpicos da Juventude.

O talento para o boxe parece mesmo estar no sangue, com apenas 17 anos, Luiz Gabriel de Oliveira já conseguiu resultados expressivos para o Brasil. Em 2017 ele ficou com a medalha de bronze no Campeonato Mundial Junior, na Hungria. O boxeador disse, em entrevista para o COB, que sente muito orgulho do avô e que deseja mudar a cor da medalha olímpica na família. “Meu avô fica muito feliz que a família continua no boxe. Ele sempre torce, acompanha minhas lutas, me manda mensagem. Meu avô falou para eu não ficar satisfeito com o bronze. Eu quero bastante uma medalha nos Jogos Olímpicos da Juventude para nossa equipe, para o nosso país. E, se possível, trocar a cor da medalha para dourada”, afirmou.

Competindo no peso mosca (até 52 kg), Luiz Gabriel de Oliveira estreia nos Jogos a partir do dia 14 de outubro. A delegação brasileira viajou nesta terça-feira (02) com 79 atletas para a disputa das Olimpíadas da Juventude, em Buenos Aires, na Argentina.

O Conexão News fará a cobertura completa da competição com uma equipe diretamente da Argentina. Você acompanha a melhor cobertura dos Jogos Olímpicos da Juventude aqui com a gente!

Foto: Jonne Roriz/Exemplus/COB


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *