Em entrevista exclusiva, presidente do COB diz que abraçou a causa dos Jogos Olímpicos da Juventude

ASSINATURA DANILO

 

O presidente do Comitê Olímpico do Brasil (COB), Paulo Wanderley, conversou brevemente com nossa reportagem no Pavilhão Asia, no Parque Olímpico da Juventude, onde estava assistindo as disputas do judô. O presidente falou sobre a importância do evento e a estrutura apresentada na modalidade que estava acompanhando.

Segundo Wanderley, o COB abraçou a visão do COI com o os Jogos Olímpicos da Juventude e destacou ainda a importância da competição.

Confira abaixo a entrevista completa.

 

Qual a importância do campeonato para os atletas brasileiros?

R: A importância está na medida que é um evento dessa faixa etária que os atletas têm condições de terem contato com uma competição de alto nível e tenham motivação para continuarem na sua carreira até chegarem na seleção principal. É uma ótima oportunidade para todos os 79 atletas que estão aqui.

 

Na Rio-2016 vários medalhistas do Brasil já haviam disputado os Jogos Olímpicos da Juventude, ter esse contato com uma Olimpíada ajuda para a categoria adulta visando 2020 e 2024?

R: Esse é o foco do Comitê Olímpico Internacional, essa competição tem uma série de particularidades de competições que não existem no programa adulto. Mas o principal é melhorar o motivacional do atleta, fazê-lo se sentir em uma Olimpíada sem ter aquele compromisso da Olimpíada principal. Essa é a visão do COI e nós abraçamos também.

 

Como atleta de judô o que está achando da estrutura aqui da arena?

R: A estrutura está muito boa para a proposta que eles têm. Uma ótima facilidade para os atletas, que é o mais importante. O que se pode de oferecer de acesso ao atleta e ao público a estrutura aqui é o suficiente e necessário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *