10ª edição da Libertadores feminina tem equipes brasileiras como favoritas

Por Gabriel Thá

 

Principal competição de clubes do continente sul-americano, a Copa Libertadores feminina será disputada entre os dias 18 de novembro e 2 de dezembro, na Arena da Amazônia, em Manaus. As partidas iniciarão sempre em dois horários, às 20h00 e 22h30 pelo horário de Brasília, lembrando que a capital amazonense encontra-se atrasada em duas horas em relação a Brasília, por conta do horário de verão.

O Brasil terá três representantes na competição, a equipe do Santos, campeão Brasileiro de 2017, o Iranduba da Amazônia, anfitrião, e o Audax atual campeão da Libertadores.

A primeira equipe brasileira a entrar a campo é o Iranduba, as meninas fazem a estreia domingo (18), na Arena da Amazônia contra o Flor de Patria, às 22h30 (de Brasília).

Já equipe do Audax estreia na segunda-feira (19), às 20h (de Brasília), contra o Union Española, em busca do Bicampeonato. E as Serias da Vila só entram em campo no dia 20, diante do Colo Colo, às 20 horas (Brasília).

O campeonato foi dividido em três grupos, com um brasileiro presente em cada, os confrontos da primeira fase são feitos dentro de cada grupo. Para as semifinais, se classificam o líder de cada um dos grupos e, o quarto time é o segundo melhor colocado entre todos os grupos.

Os times brasileiros possuem muita tradição dentro do campeonato. A equipe do São José é o maior campeão, venceu nos anos de 2011, 2013 e 2014, já as meninas do Santos foram campeãs em duas ocasiões, 2009 e 2010, e com apenas um título Ferroviária-SP e Audax completam a lista da elite brasileira. Colo Colo e Sportivo Limpeño possuem um título cada.

 

AUDAX

As atuais campeãs invictas da Libertadores chegam para disputar a competição internacional mais importante do futebol feminino com uma nova parceria. Ano passado a equipe tinha ligação com o Corinthians, porém este ano tudo se encerrou e o time começou a treinar em Valinhos, interior de São Paulo.

Ana Lúcia Gonçalves ex-jogadora, será a comandante da equipe e com ela veio outros reforços, como as venezuelanas Paola Vilamizar e Claudia Soto, e Kerolin Nicoli destaque da seleção sub-20.

 

SANTOS

A equipe santista é um dos times brasileiros que mais investe no futebol feminino, as Serias da Vila chegam como favoritas ao título, após ganhar o campeonato Brasileiro de 2017.

O elenco feminino utiliza o mesmo centro de treinamento do time masculino, e hoje todas as jogadoras do Santos vivem exclusivamente do futebol. O time é comandado pela ex-jogadora Emily Lima, e tem como principal jogadora, a atacante Rosana dos Santos.

 

IRANDUBA

O Iranduba é um clube com muita tradição no futebol feminino, o time é oito vezes campeão amazonense, e o técnico Igor Cearese tenta levar a equipe ao primeiro título fora da Amazônia.

Para esta missão o presidente Amarildo Dutra trouxe dois reforços de peso para a equipe, Camilinha e Andressinha que já atuam juntas pela seleção brasileira buscam um título inédito para o Iranduba.

 

GRUPOS DA LIBERTADORES

 

Resultado de imagem para libertadores feminina 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *