Técnicos Fernando Possenti e Renan Dal Zotto receberão Prêmio Brasil Olímpico 2018

ASSINATURA GABRIELLE

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) já escolheu os melhores técnicos de 2018. Fernando Possenti, treinador da Ana Marcela Cunha, que obteve ouro na copa do mundo de maratona aquática e Renan Dal Zotto, da seleção masculina de vôlei, vice-campeã mundial, são os privilegiados que serão homenageados no dia 18 de dezembro, no Rio de Janeiro, durante o Prêmio Brasil Olímpico.

Organizada pelo COB desde 1999, a maior premiação do esporte brasileiro vem reconhecendo e homenageando os principais atletas olímpicos, treinadores e personalidades esportivas do país. E agora chegou a hora de premiar os melhores técnicos do ano, que tanto se esforçam para incentivar, treinar e ver seus atletas alcançando a vitória.

Recordando grandes feitos de dois técnicos falecidos, o prêmio de melhor técnico individual será entregue a Possenti pelos canoístas Isaquias Queiroz e Erlon Souza, que eram comandados pelo espanhol que morreu no mês de novembro. O troféu da categoria terá o nome de Jesus Morlán. Já na classe de esportes coletivos, o troféu levará o nome de Bebeto de Freitas, em homenagem ao ex- treinador e jogador de Voleibol que morreu em março e será entregue pelo filho do técnico.

Durante esse ano, Ana Marcela Cunha, liderada por Fernando Possenti, venceu duas etapas da Copa do Mundo, em Belafontured, na Hungria, e em St Lac Jean, no Canadá. O técnico e a jogadora também conquistaram segundo lugar na etapa de Victoria, em Seychelles e duas provas como terceiro em Chun’an, na China, e em Abu Dhabi. Que dupla! Fizeram história em 2018. Sem contar que Possenti é o treinador brasileiro com mais medalhas em mundiais.

E não menos importante, Renan Dal Zotto, treinador da seleção masculina de Vôlei, também será premiado com grandes méritos. O técnico manteve a equipe no topo do ranking mundial e fortaleceu as expectativas no time. A seleção conseguiu chegar ao vice-campeonato mundial sob comando de Zotto depois de dois anos.

O Prêmio Brasil Olimpico também irá premiar outras categorias além dos melhores técnicos:

Troféu Adhemar Ferreira da Silva (Coragem, espirito de liderança e eficiência) – Jackie Silva.

Prêmio de melhor atleta do ano:

Ana Marcela, Ana Sátila e Marta – concorrendo no feminino.

Gabriel Medina, Isaquias Queiroz e Pedro Barros – concorrendo no masculino.

Prêmio para melhor atleta de torcida:

10 atletas ou duplas destaques de 2018 concorrem ao troféu, são eles:

 

Ágatha/Duda – vôlei de praia.

Arthur Zanetti – ginástica artística.

Bruno Fratus – natação.

Bruninho – vôlei.

Duda Amorim – handebol.

Érika Miranda – judô.

Gabriel Medina – surfe.

Henrique Avancini – ciclismo MTB.

Letícia Bufoni – skate.

Marta – futebol.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *