Missão: fornecer craques, o futebol agradece

ASSINATURA CLAUDEMIR

Começou no início do mês de janeiro, a Copa São Paulo de Futebol Júnior, competição que neste ano conta com 128 clubes participantes. A final está marcada para o dia 25 de janeiro, ocasião das comemorações do aniversário da cidade de São Paulo. O Corinthians com dez títulos é o clube que mais vezes gritou “campeão”, seguido pelo Fluminense, que já terminou em primeiro lugar por cinco oportunidades.

A Copa São Paulo já foi considerada a principal competição de categorias de base do Brasil, isso aconteceu por vários anos, hoje, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), organiza boas competições em nível nacional (Copa do Brasil – Sub 20, Campeonato Brasileiro Sub-20, Copa do Rio Grande do Sul). Por conta das férias dos jogadores profissionais, a Copinha atrai os olhares dos “amantes” do futebol, e por isso, ela tem esse charme no início da temporada futebolística brasileira.

Para os clubes grandes o que menos importa é ser campeão, a missão é revelar bons jogadores. Se resgatarmos a história, veremos que já saíram daí alguns nomes que brilharam no nosso futebol: Falcão, Kaká. Cafu, Ronaldo, Rogério Ceni, Dida, Raí, Casagrande, Fred, Robinho, Neymar, Gabriel Jesus, Lucas Paquetá, entre outros.

O investimento é baixo e quem se destacar, com toda certeza, trará bons lucros aos times. O futebol brasileiro precisa de novos craques, principalmente o sonhado “camisa 9”, já há quem diga que andamos “órfãos” do Ronaldo Fenômeno, e por aí corremos sério risco de ficar. Se depender dos garotos, uma nova página está pronta para ser virada e receber uma nova escrita.

Enquanto não começam as principais competições do calendário de futebol no Brasil em 2019, essa coluna será publicada uma vez por semana (terça-feira). Que o seu 2019 seja de paz, saúde e prosperidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *