Saiba quais são as causas, diagnóstico e tratamentos da dor no nervo ciático

da-redacao-e1458842060344

A dor causada pelo nervo ciático, a ciatalgia, é um problema que atinge homens e mulheres principalmente a partir da quarta ou quinta década de vida. O problema costuma ser ignorado, uma vez que pacientes tendem a buscar tratamentos para o sintoma e não buscam o diagnóstico de sua origem.

Segundo o médico ortopedista e cirurgião da coluna, Dr. Antônio Krieger, a dor ciática é provocada pela compressão, inflamação ou irritação de uma ou mais raízes nervosas que nascem na medula espinhal e vão formar o nervo ciático, o mais espesso de todos os nervos do corpo humano, que liga a região lombar aos dedos dos pés.

“Este é o principal nervo dos membros inferiores, sendo responsável pela inervação sensitiva e motora dos seus músculos e articulações. Se origina da fusão de várias raízes nervosas que saem da coluna lombar, passando pela região glútea, posterior de coxa até chegar ao joelho, quando se bifurca e segue pela perna até o pé”, explica Krieger.

Os principais sintomas de problemas no nervo ciático são as dores na parte posterior da perna e glúteo, dores na perna em forma de choque, queimação e formigamento. Em casos mais graves, a ciatalgia pode causar perda de força e mobilidade dos membros inferiores.

O que causa a dor no ciático?A causa mais comum para a dor no nervo ciático é a hérnia de disco. Outros problemas como a degeneração discal, a estenose espinhal, a espondilolistese, a síndrome do piriforme e até tumores também podem ser responsáveis pela compressão do nervo.

A hérnia de disco é caracterizada pelo deslocamento da cartilagem central, conhecida como núcleo pulposo, do disco intervertebral para a parte externa, rompendo, ou não, o ânulo fibroso. O deslocamento pode causar a compressão das raízes nervosas, entre elas o nervo ciático.Diagnóstico e tratamento

Segundo Krieger, a melhor forma de tratar o nervo ciático é o diagnóstico precoce do problema. “A melhor maneira de diagnosticar a causa e origem desta dor é por uma avaliação detalhada com médico especialista em coluna, que poderá pedir exames específicos para auxiliar no entendimento da patologia, e oferecer o melhor tratamento para cada caso”, afirma o ortopedista.

Os tratamentos podem ser conservadores ou cirúrgicos. No primeiro caso, além das medicações analgésicas e anti-inflamatórias, a fisioterapia pode ser recomendada. Quando existe uma hérnia de disco e compressão da medula, sem melhora no tratamento clínico, a cirurgia pode ser indicada.

Prevenção das causas que levam a ciatalgia, o Dr. Antônio Krieger recomenda a prática de exercícios físicos regulares, incluindo o fortalecimento da musculatura lombar, dos quadris e abdômen, além de cuidados redobrados com a ergonomia no ambiente de trabalho e em casa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *