O domínio no Brasileirão é palmeirense, acompanhado de Galo, Peixe e Flamengo

ASSINATURA CLAUDEMIR

No último final de semana a 7ª rodada do Campeonato Brasileiro foi parcialmente fechada, isso devido ao adiamento da partida de Corinthians e Goiás – a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) decidiu por transferir o jogo em data a ser definida por conta do desgaste do Timão que jogou a Copa Sul Americana na Venezuela. O Palmeiras continua líder isolado, isso com três pontos a menos, já que aguarda o STJD (Supremo Tribunal de Justiça Desportiva) julgar a atuação da arbitragem no jogo entre Palmeiras e Botafogo na 6ª rodada. A diferença de 1 ponto sobre o Atlético MG poderá ser ampliada para 4 pontos.

Jogando em Chapecó, na Arena Condá, o Palmeiras venceu a Chapecoense e chegou a marca de 30 jogos consecutivos sem derrota em Campeonatos Brasileiros, atrás da marca de Botafogo e Santa Cruz, ambos com 42 em 1977 e 35 jogos de invencibilidade em 1978, respectivamente. Já o time catarinense ficou a um ponto da zona de rebaixamento. O VAR trabalhou bem no jogo ao anular o gol impedido de Rildo e marcar a penalidade em favor da Chapecoense. O Verdão segue acompanhado de muito perto por Atlético MG que não tomou conhecimento do CSA, goleando o time alagoano no Estádio Independência. O Chará jogou como quis, teve uma grande atuação e o Galo amassou o adversário, foram dois gols no primeiro tempo e mais dois tentos no segundo tempo, marcando o famoso “2 vira e 2 ganha”. Quem também mostra que está vivo na disputa pelas primeiras colocações é o Santos. Foi a Fortaleza, enfrentou um Ceará que comemorava 105 anos de fundação, estádio do Castelão lotado, e o time de Sampaoli foi outro em campo, principalmente na segunda etapa, deixou para atrás aquela sequência de resultados ruins e de futebol apresentado.

O Mengão venceu o Fortaleza por 2 a 0, foi um jogo tranquilo para o time da Gávea, dois gols de Gabigol, em partida inspirada de Arrascaeta. No Beira Rio, em Porto Alegre, com gols de Guerrero e Edenilson, o Internacional venceu o Avaí e colou no G4. No sábado, o Grêmio perdeu mais uma e amarga a zona de rebaixamento, o técnico Renato Gaúcho se mostrou “irritado” na entrevista coletiva após o jogo, eu acho que o repórter deve perguntar o que quiser e os profissionais em campo (técnico, jogador, dirigente) respondem o que quiser também, lógico, dentro dos limites de convivência. É importante destacar que o Bahia vem fazendo um bom início de campeonato, ocupa o pelotão de cima, e o time tem qualidade e pode ser uma surpresa agradável na competição.

No jogo das 11 horas da manhã, o time do Botafogo venceu o Vasco por 1 a 0 e foi só, resultado injusto, já que o Vasco partiu para cima e merecia melhor sorte na partida. O técnico Vanderlei Luxemburgo terá que trabalhar muito o psicológico dos jogadores, é visível o trauma da sequência negativa de resultados nos jogadores. O Vasco terá o São Januário como trunfo nas próximas partidas, basta transformar em seu favor o apoio do torcedor. A situação é difícil, mas não impossível para tirar o time desta situação. São Paulo e Cruzeiro ficaram no empate para o desespero da impaciente torcida são paulina, aliás, estão devendo muito pelo futebol apresentado esses dois times. A crise na Toca da Raposa afetou o time de Mano Menezes. Em Curitiba, na Arena da Baixada, o Furacão não tomou conhecimento do Fluminense de Fernando Diniz que poupou parte do time para as oitavas de final da Copa do Brasil, o tricolor enfrenta o Cruzeiro. Já o Athletico que também está na fase decisiva da Copa do Brasil recebe o Fortaleza tendo que vencer por 1 gol de diferença para avançar, a primeira partida foi 0 a 0 no Castelão.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *